Neurose de mim mesmo Malvados Subscribe to my feed

Fernando Pessoa Estou ouvindo

Estou ouvindo

-

Neste momento,
penso em você e então
quisera me transformar em vento.
E se assim fosse,
chegaria agora como brisa fresca
e tocaria leve sua janela.
E se você me escuta e
me permite entrar,
em você vou me enroscar
quase sem o tocar.
Vou roçar nos seus cabelos,
soprar mansinho no ouvido,
beijar sua boca macia,
o embalar no meu carinho
Mas eu não sou vento...
Agora sou só pensamento e
estou pensando em você.
E se abrir sua janela,
eu estou chegando aí,
agora...
neste momento,
em pensamento...
no vento.

Roberto Shinyashiki

Linha

Continuar tentando e sonhando e tendo esperanças pois a cada dia quem sabe um sentimento verdadeiro possa despontar no horizonte e encher nossa vida de alegria e talvez amor de verdade.
Um abraço e ótima semana

Linha

  • Leia também:
Fernando Pessoa - Poema do Dia: “O Sono É Bom”

4 Respostas to “De mansinho”

  1. *só para raros Says:

    amore

  2. India Says:

    ahhhh hoje deu certo eu vir aqui sem a tal da senha!!! Pensei q vc tivesse me barrado. te adoro!

  3. Ressaca Says:

    Pedindo antecipadas desculpas pela “invasão” e alguma usurpação de espaço, gostaríamos de deixar o convite para uma visita a este Espaço que irá agitar as águas da Passividade Portuguesa…

  4. Pedro Says:

    Karaiu veio só dizendo assim.
    Mt lindo

Deixe sua resposta!!