Neurose de mim mesmo Malvados Subscribe to my feed

Fernando Pessoa Estou ouvindo

Estou ouvindo

-

Poema de Sete Faces

-
Quando nasci, um anjo torto
desses que vivem na sombra
disse: Vai, Carlos! ser gauche na vida.

-

As casas espiam os homens
que correm atrás de mulheres.
A tarde talvez fosse azul,
não houvesse tantos desejos.

O bonde passa cheio de pernas:
pernas brancas pretas amarelas.
Para que tanta perna, meu Deus,
pergunta meu coração.
Porém meus olhos
não perguntam nada.

O homem atrás do bigode
é sério, simples e forte.
Quase não conversa.
Tem poucos, raros amigos
o homem atrás dos óculos e do bigode.

Meu Deus, por que me abandonaste
se sabias que eu não era Deus,
se sabias que eu era fraco.

Mundo mundo vasto mundo
se eu me chamasse Raimundo
seria uma rima, não seria uma solução.
Mundo mundo vasto mundo,
mais vasto é meu coração.

Eu não devia te dizer
mas essa lua
mas esse conhaque
botam a gente comovido como o diabo.

-
Teus ombros suportam o mundo e ele não pesa mais que a mão de uma criança. As guerras, as fomes, as discussões dentro dos edifícios provam apenas que a vida prossegue e nem todos se libertaram ainda. Alguns, achando bárbaro o espetáculo prefeririam (os delicados) morrer.”
-
Carlos Drummond de Andrade
-
Linha
-
Até breve!!!
  • Não deixe de ler:

11 Respostas to “Anjo torto…”

  1. Dieee Says:

    “tenho apenas duas mãos e o sentimento do mundo”(Carlos Drummond de Andrade)

    poeta maravilhoso…
    cada dia que passo por aqui fico encantada e sem palavras…

    bju
    adoro você!!!

  2. Indianira Says:

    Eu tenho um pózinho mágico que transforma todo sonho em realidade. Quer um pouco?Beijinhos!

  3. Marie Says:

    Dj…eu também me sinto um anjo torto…gauche na vida!
    poesia simplesmente bela…
    beijinhos pra ti

  4. rmfc Says:

    Lindo :)

    bj

  5. Carol Shake Says:

    Sumi, mas voltei!
    Adorei ler C.D.A.
    Beijos.

  6. Sammyra Says:

    Puxa, estou encantada com o seu blog! Tudo é muito lindo, as imagens, o que você escreve, os pensamentos, as indicações do Pessoa… Olha, decididamente… parabéns, viu?
    Estou começando a escrever também, se puder passar lá… só não consegui ainda inserir essa parte dos comments, sou um zero à esquerda em html! rs…
    À você, o desejo de um dia cheio de luzes de todas as cores!

  7. Patty Says:

    Dj
    Qto tempo! Perdoe-me a ausencia viu?
    Linda imagem, poema e palavras de Drummond tudo perfeito!

    Um beijo e um ótimo final de semana!

  8. Ana Praline Says:

    Falar qualquer coisa de Drummond é chover no molhado não importa o tempo o poeta sempre será atual. Fica bem!

  9. Lindinha Says:

    Quando queremos, todos os sonhos podem se tornar reais.
    Seguindo no ritmo quente, tem post novo no Decifra-me. Queres ver? Vem!
    Desejo um findi de extrema paixão!!
    Beijo no coração…

    “Decifra-me… ou devoro-te… Arrisque-se se for capaz.”

  10. Taciana Says:

    Oi, estava procurando o poema do “anjo torto” e achei seu blog sem querer. Que lindo! Parabens! Virei mais vezes por aqui. Eu conheci ha pouco tempo Flora Figueiredo e sou apaixonada pelo que ela escreve.
    Obrigada por fazer desse espaço algo de emocionante.
    Até mais

  11. Marcio Says:

    Ira, ira, vasta ira
    Se eu me chamasse Indianira seria uma rima
    não uma solução

Deixe sua resposta!!