Neurose de mim mesmo Malvados Subscribe to my feed

Fernando Pessoa Estou ouvindo

Estou ouvindo
-
Vês ! Ninguém assitiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a Ingratidão-esta pantera-
Foi tua companheira inseparável!
Acostuma-te à lama que te espera!
O Homem, que, nesta terra miserável,
Mora entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.
Toma um fósforo.
Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.
Se alguém causa inda pena a tua chaga
Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nesta boca que te beija!
Augusto dos Anjos
-
Linha
-

Um Fim de semana excelente…
Abraçosss….

  • Confira:

“É melhor tentar e falhar, do que se preocupar e ver a vida passar; é melhor tentar ainda que em vão, do que se sentar fazendo nada até o final; prefiro na chuva caminhar, que em dias tristes em casa me esconder; perfiro ser feliz embora louca, que em conformidade viver.”

{“Desconhecido”}

4 Respostas to “Versos Íntimos”

  1. Márcia(clarinha) Says:

    Oi Dj, esse poema de Augusto dos Anjos é triste demais :(
    Linda semana querido
    beijossssssssss

  2. Bill - Escudeiro da Rainha de Copas Says:

    Esse poema do “Augusto” é phoda… Simpelsmente perfeito.

    É mano… Vamos que vamos…Tocando o barco…

    [s]s

  3. Diana Says:

    Bom dia…..

    Só conheço Augusto dos Anjos por essa poesia….e não gosto…
    Boa Semana….
    Bjs….

  4. Dani Mota Says:

    acho que este poema é do Martin Luther King. Eu adoro.

Deixe sua resposta!!