Como uma criança mimada e babaca eu me comporto
Querendo que o Mundo me respeite
Sem que a recíproca seja necessária
Buscando enfim a ênfase de reclamar
Tendo tudo que eu quero sem ao menos dar valor

Quisera eu que o Mundo me servisse
Dando-me de comer quando tenho fome
Quando tenho fome do que Quero comer
O que é meu é meu…
O que é dos outros também deve ser meu

Busco incessantemente como posso ser mimado em um Mundo
Por isso imagino o que seria perfeito
E vivo somente a Perfeição
Minha perfeição Divina

Como uma criança mimada e babaca eu me comporto.

¬¬’ Odeio gente assim ¬¬’