Outubro 2005


Ufa! Minha semana chegou ao fim! Graça a Deus!

Depois de tanto…

Bem, ao chegar em casa, tive vontade de me sentar nos degraus da escada e fumar um lindo cigarrinho. É… acender um e ficar pitando calmo e sussegado. Mas, hoje não… Alias, faz teeeeemmmppooo.

Fumei durante uns 3 anos da minha vida, mas parei. Minha namorada pediu (mandou) e eu parei. Mas às vezes da vontade de acender um pitante. Parei sem cerimônia. Tipo, fumar ou não, não faz diferença alguma. Acho que nunca fui viciado nisso. Um belo dia, peguei meu maço de Free e queimei. Cabô.

Já to até vendo os comentários… Sem falar nos xingos da limorada…

Raes

Semana difícil essa. Já comecei a trabalhar no turno da noite, então ainda não me adaptei por completo. Isso acontece, eu acho.

Bom, acho que muitos acharam que eu uso drogar ou sei-lá-o-que devido ao post anterior. Não, eu não uso. E nenhum dos meus amigos. Acho que somos todos retardados por natureza mesmo.

Não tenho muito o que escrever.

Os Barcos
Legião Urbana

Você diz que tudo terminou
Você não quer mais o meu querer
Estamos medindo forças desiguais
Qualquer um pode ver
Que só terminou pra você

São só palavras,texto,ensaio e cena
A cada ato enceno a indiferença
Do que é amor ficou o seu retrato
A peça que interpreto,um improviso insensato
Essa saudade eu sei de cor
Sei o caminho dos barcos

E há muito estou alheio e quem me entende
Recebe o resto exato e tão pequeno
É dor,se há,tentava,já não tento
E ao transformar em dor o que é vaidade
E ao ter amor,se este é só orgulho
Eu faço da mentira,liberdade
E de qualquer lugar,faço cidade
E insisto que é virtude o que é entulho
Baldio é o meu terreno e meu alarde
Eu vejo você se apaixonando outra vez
Eu fico com a saudade e você com outro alguém

E você diz que tudo terminou
Mas qualquer um pode ver
Só terminou pra você
Só terminou pra você
Só terminou pra você

Raes

É… A noite foi boa!!! Sai para beber com os amigos… ^^. Que felicidade!!! Sabem, ninguém do meu grupo precisa beber, ou usar qualquer porcaria para ficar totalmente alterado. Na noite de sábado para domingo, nós fizemos tanta coisa sem estar nem um pouco bêbado que nem vou citar aqui.

Lembro-me bem que fui muito criticado pela minha namorada por ter entrado nessa comunidade do Orkut. Mas agora ela não fala mais nada (^^).

Acho que os meus posts estão, cada vez, maiores. Então já vou parando por aqui.

Imagina se Eu Fumasse Maconha

Raes

Sabem, às vezes nós nos enganamos com muita coisa… Acho que eu me enganei muito nessa vida. Mas graças a Deus certos erros podem ser reparados. Devo falar-lhes que o ano que eu mais sofri na minha vida foi o ano em que eu estive perdidamente apaixonado por uma garota, mas de quebra meio mundo também se apaixonou por ela. Tem até melhor amigo meu que nem olha na minha face por isso. Não que eu guarde rancor, acho que nunca tive isso (pelo menos não nesse caso). Bom. Vou dar um pequeno resumo (pequeno MESMO) da história antes de começar.

Eu odiava toda e qualquer amiga da minha irmã Nina. Por quê? Simples. Eu sempre dormia no sofá da sala depois da aula. E minha irmã nunca estava em casa no período da tarde. Sabendo disso, todas as amigas dela ligavam pra perguntar onde ela estava. Como eu estava dormindo na sala, o telefone me acordava (Devo dizer que quando esse tipo de coisa acontece, eu acordo meio mal humorado). Então eu era meio que sem paciência e falava que ela não estava e que não sabia que horas ela chegava e JOGAVA O TELEFONE NO GANCHO e voltava para meu confortável e primoroso sonho. (^^).

Só que um belo dia eu me apaixono pela paixão do meu melhor amigo. Que eu odiava. Mas, como era melhor amigo (desses que eu frequentemente xingava por fazer cerimônia, que dorme sempre na sua casa, Etc.) eu abri o jogo do que estava acontecendo eperguntei qual a posição dele sobre a verdade que eu acabara de lhe revelar. Após uma sonora gargalhada, ele me diz que eu nunca que teria chance e que se eu quisesse, eu podia seguir em frente nessa “jornada”. Eu fiz o que me condiz. Segui em frente.

Mas como seguir em frente se tem mais meia dúzia de pessoas no mesmo caminho? Desde o começo eu me julgava “O Exército de Um Homem Só”, afinal, até a garota em questão ficava mais feliz ao ver o “meu amigo” do que eu. Nesse processo eu passei a temer todo e qualquer oponente (Menos o Louco do José Carlos, desse eu nunca tive medo, mas sim piedade, o Bill que o diga!!!). Mas nisso eu acabei tendo um julgamento errado de certas pessoas… Hoje eu descobri que uma das pessoas que eu julgava “chato” (e que possivelmente me achava assim) não é chato!!! Nem um pouco!!! Então me vêm no pensamento: e se eu tive uma visão errada dos outros 3 caras que também “me faziam oposição”? Hum… Não sei… Mas acho quero descobrir tão já…

Enfim, de novo eu começo a escrever algo e me perco pelo caminho. Mas isso já é normal… Afinal…. Eu sou assim!!!

então, para todos que não sabiam desse fato: foi um Ano totalmente difícil em que eu mais sofri do que fui feliz deve ser por isso que eu sou tão feliz hoje em dia. Como eu disse para um AMIGO hoje: *Tigre, Boi, Macaco, Trigre*Água mole predra dura… No Jutso“!!!

Perseverança!!!

Desde já obrigado a todos que lerem esse post. Hum… Não sei todos iram gostar ^^ Mas ta valendo ^^

Achei que ficou tãããão legal essa imagem pequenininha!!! =]

É… Devo Admitir: eu estou Muito, Muito, Mas MUITO FELIZ!!!!! O pior é que eu não faço idéia do porquê.

Nossa! Que engraçado! Todos acharam graça do fato de eu querer ter um filho. Não que eu queira “dar a luz” a uma criança, longe disso.

O sonho da minha vida é ter um filho. Desde que eu tinha 13 anos, o meu maior sonho é segurar uma criança em meus braços. No caso, o meu próprio filho.

Mudando bastante de assunto. Vou mudar de horário de trabalho. De novo. Vou trabalhar no turno da noite. E o principal: vou ganhar mais!!!

Isso é muito bom. Mas me deixou com uma duvida enorme: o que fazer da minha vida?

Calma, eu explico. Eu estou estudando para passar no vestibular. Mais precisamente na UFOP, no curso Letras. Mas eu tava pensando em fazer Direito aqui mesmo na cidade. No caso, para fazer Letras, eu teria de me mudar para Ouro Preto. Não que me mudar para Ouro Preto fosse um sacrifício, longe disso, seria muito legal. Eu iria morar com os meus melhores amigos, iria fazer um curso que eu realmente gostaria de fazer. Com todos já notaram, eu curto fazer histórias e talz…

Mas, se eu fizer Direito aqui na cidade, eu fazia um curso superior que me traria um futuro melhor, afinal, eu seria um “Dotô Adevogado”. Eu gosto da idéia de fazer Direito. E, com essa promoção, eu teria condições de pagar o meu curso e ainda sobraria um $$ pra eu gastar em melhorias.

Pronto! Ta feita à confusão na minha cabeça…

*Teoria da Conspiração*

Há algum tempo atrás eu perguntei para o meu querido “paitrão” se ele sabia quanto era a mensalidade do Curso de Direito. E ele pesquisou e me falou.

Duas semanas atrás eu falei que até junho do ano que vem eu estaria deixando o meu cargo na empresa e estaria de malas prontas para morar em O.P.

10 dias atrás eu fui informado dessa mudança de horários e o aumento salarial.

Com base nesses fatos: será que essa súbita mudança foi só para manter o Filho/ (melhor) Empregado???

O aumento foi exato! Da para pagar o Curso e qualquer coisa que não seja tão cara. Dá para eu comprar o gravador de DVD, a máquina digital que eu tanto quero (Bom, devo confessar, é a minha namorada que quer. ^^), e um possível HD novo… Claro que tudo isso não será tudo de uma vez… O aumento não foi tanto assim, mas foi considerável.

É.. Não sei… Esperava que o Enrique tivesse entrado no MNS hoje, daí eu pedia uma ajuda… E ainda tenho que consultar a minha querida namorada…

-_-x

Raes

Bom, esses dias foram bons! Eu me arisco a dizer que estou feliz. Fiz ótimos amigos na Net, aprendi umas coisinhas novas que facilitam muito a minha vida. Mas ainda preciso aprender a me concentrar em estudar… Isso é difícil…

Eu nunca fui de pegar em um livro pra estudar… Sempre aprendi só com a explicação do professor. Pegar em livros, pra que? Dá sono, dói a coluna e dói a vista… Ta certo que ficar na frente do PC também dói, mas pelo menos édivertido.

Ok. Vou postar e ir dormir, acordar cedo e estudar…

Quero ter um filho!!!

Fadinha =]

Raes

Já estou eu mexendo no que não devo outra vez…

Acho que é de minha natureza (não só minha, mas de todos) mexer em que ainda não conheço…

Daí vem o pensamento: “Não devo!”

Então eu vou e faço.

Que coisa, justo eu, que sou tão centrado e correto.

“Vi o chacoalhar das folhas e não me contive de felicidade.
Percebi que preso em um ambiente de trabalho não é o meu lugar.
Quero fazer o que bem quiser.
Quero escrever como nunca.
Quero que todos leiam.
E quer que todos me respeitem.

Senti-me triste
Senti-me preso a algemas invisíveis.
Como?

Sei bem o que é sentir o vento em minha face. Como se fosse a ultima vez.
Quero o vento.
Sentir-me livre.
Como se fosse a ultima, pois possivelmente será.

Raes

(…)

Faz tempo que não atualizo esse Blog.
Faz tempo que não me dedico a algo.
Tempo não. Dedicação.
Tirei um tempo para me dedicar aos meus amigos. Mas acho que ainda falta um pouco mais de dedicação.
Tirei um tempo para me dedicar a minha namorada (noiva, esposa!!!). Mas acho que nos precisamos de mais tempo juntos.
Lutar contra o tempo…
Burrice.
Para que?
Não sei.
Viver?
Tentar ser algo?
Sim, sempre.
Lutar, desejar, buscar…

Criação

Raes

Putz, que semana difícil. Trabalho e trabalho. Tenho que ler um livro chamado São Bernardo. É meio chato, as da pra levar. Vestibular.

De onde vem a calma daquele cara ?
Ele não sabe ser melhor, viu?
Como não entende de ser valente
ele não saber ser mais viril
Ele não sabe não, viu?
Às vezes dá como um frio
É o mundo que anda hostil
O mundo todo é hostil
De onde vem o jeito tão sem defeito
que esse rapaz consegue fingir?
Olha esse sorriso tão indeciso

Esta se exibindo pra solidão
Não vão embora daqui
Eu sou o que vocês são
Não solta da minha mão
Não solta da minha mão
Eu não vou mudar não
Eu vou ficar são
Mesmo se for só não vou ceder
Deus vai dar aval sim,
o mal vai ter fim
e no final assim calado
eu sei que vou ser coroado rei de mim.

Estava hoje no meu trabalho, refletindo sobre a bondade. Cheguei a seguinte conclusão: Ser bondoso demais deixa o individuo bobo.

Eu sou do tipo da pessoa que tenta ajudar a todos que me pedem. Não só as que pedem, como ajudo as que não pedem também. Mas acho que isso, com o tempo, não que a torne mais boba, mas todos a vêem meio que como uma pessoa a ser passada para trás…

Já paguei por produtos que nunca chegaram. Nessas ocasiões, verificava o porquê da mercadoria não vir. No fim das contas, eu sempre decidia ajudar e acabava por fingir que tinha esquecido…

Acho que a única coisa que eu realmente não fiz direito foi juntar um amigo meu com a garota que ele gostava. Dessa vez aconteceu algo realmente “diferente”. Eu me apaixonei pela garota. (^^’). Mas isso é algo que irá gerar um post quilométrico se for contada, então qualquer dia eu começo a postar…

Voltando ao assunto. Eu não consigo ouvir um amigo me pedir ajuda e simplesmente ignorar. O cara pode ter sido o mais burro possível, pode ter feito uma cagada enorme, mas se pediu ajuda, eu ajudo.

Mas eu cheguei a conclusão que é bom eu parar de ser bonzinho. Não que eu vá ser ruim mas, me aproveitar de situações das quais eu poderia simplesmente tirar proveito é algo que eu realmente não faço.

Há! Teve uma vez que uma garota na escola (acho que ela tinha algum problema mental, pois, sei lá… sem noção), ela virou-se pra mim NO MEIO DA PROVA FINAL DE QUIMICA e jogou R$10,00 para eu PASSAR COLA. Eu fiquei meio que sem entender o porquê ela tava fazendo isso. A prova tava estupidamente fácil, e o professor NÃO ESTAVA NA SALA. Eu pensei uns segundos, levantei, peguei a prova na mesa dela, sentei-me calmamente e fiz a prova. Depois disso eu devolvi a prova e os R$10,00. Até hoje me pergunto o porquê dela ter feito aquilo, mas nunca me arrependi de ter recusado a grana.

Voltando ao assunto. Eu não me acho mais idiota ou bobo por essas coisas… Mas parece que os outros acham. Então acho que vou tentar ser menos bonzinho daqui em diante.

Talvez não seja realmente o que eu queira, afinal, odeio tirar proveito dos outros, odeio zoar o próximo e odeio quem faz isso.

Um cavaleiro jura bravura...

Raes.

Next Page »