rss Buscar

Sexta Poética 34

line


Hesito muito antes da palavra.
porque um precipício se abre nela
e não tem sentido,vibra apenas.
porque pode ser a morte
ou o nascimento para um lugar
de cores e fadas e barcos de sol.
porque me doem as mãos
cada vez que tento segurar
o mundo em traços redondos quadrados.

por isso te digo:hesito e morro e nasço.
e corro para a rua com a força de quem
vai anunciar gritar chamar dizer.
mas lá fora sorrio apenas
enquanto caminho para um banco
de jardim,devagarinho,
como se por um momento
eu soubesse o nome de tudo
e tudo tivesse o mesmo nome.

{Vasco Gato}


Vasco Gato
Vasco Gato nasceu em Lisboa no dia 30 de Março de 1978. Estudou Economia, tendo-se dedicado posteriormente à Filosofia.

«a minha alegria é o aroma de tangerina nos dedos»

É um dos novos poetas dos anos noventa que se está a impor na moderna literatura portuguesa com um assinalável ritmo de publicações.

«diz-me que há ainda versos por escrever,
que sobra no mundo um dizer ainda puro»

Com seu novo livro “Omertà” Vasco Gato prova que ainda poder ir muito longe com sua poesia, o livro foi muito bem recebido pela critica que diz que ele conseguiu moldar e depurar uma linguagem capaz de aliar, com inteligência e elegância, o ímpeto metafórico com uma certa narratividade.

«Tu e eu, leões estirados ao sol,
harpa para os nossos dedos quentes,
poema numa sala de lâminas.»

Uma das vozes mais importantes da novíssima poesia portuguesa, que encanta como sempre os poetas dessa doce terra. Recomendo, pena que como tantos outros é quase impossível encontrar livros dele aqui no Brasil, é preciso muita insistência, sorte que eu sou teimoso…

«Em cada quarto um ser procura a presença do seu próprio rosto.»

Ótimo fim de semana pra você.

Fernando Pessoa – Poema do Dia: “Ao Longe, Ao Luar”- Leia!!!

e na palma da tua mão
busco ternura
sem contar meses,
anos, dias,
sem saber dizer
se já te chorei
por inteiro
o suficiente
para não voltar
a perder-te.
{“Vasco Gato”}


11 comentários

line
  1. Eu tava com saudades dos versos que vc nos dá, Bill.
    Das descobertas poéticas que faço aqui.

    Bem vindo de volta.

    Beijo

    line
  2. Mel

    Bill, você fechou a semana com chave de ouro! Um beijo.

    line
  3. Alê Namastê

    POxa!
    Eu não conhecia Vasco Gato, mas já adorei. Vou fazer pesquisas sobre ele hoje.
    Bom final de semana, sr.moço!
    Beijos Doces

    line
  4. quando é que tu vais colocar algum que eu conheça!? kkkkkkkkkkkkk

    Sei que ando meio sumida daqui, mas nem sei te explicar, uma molezaaaa E olha que nem baiana sou kkkkkkkk

    Beijos

    line
  5. DO

    Tiro o chapéu a vc,Bill

    Otimo fds a vc

    line
  6. Meu querido Bill
    Mais uma apresentação que irei conferir, não conhecia o poeta, obrigada.
    Bill, obrigada por tanto carinho em palavras dedicadas à mim, não mereço tanto, vc sabe que apenas falo o que sinto, o que gostaria de ser e brinco com palavras. Obrigada por tudo e principalmente por seu meu amigo, referência na blogosfera.
    Lindo final de semana;)
    beijos

    line
  7. …… @@ ……… um abraço
    ….@(`;`)@……..e um ótimo
    0==/–\\\\==0…..fim de semana
    …../___\\\\………..
    ….._| |_………..beijossss

    line
  8. A palavra é de comportamento tão estranho, que chega até a fazer com que estranhemos nosso próprio comportamento.
    Cadinho RoCo

    line
  9. Opa! Poeta fresquíssimo! Só tu mesmo, Bill… Amei, como sempre. Adoro poetas que transformam questionamentos metalingüísticos em boa obra…

    Mais uma vez, desculpa o sumiço! Ah, são tantas coisas, rs… Beijo!

    line
  10. como e que um economista vira poeta? deixa pra la..ele muito jovem ainda..nasceu em 78 ?

    line
  11. As palavras têm muito poder … acredito nisto!

    bom domingo Bill!
    ;-)

    line

Deixe uma resposta