rss Buscar

Sexta Poética 12

line


Furtivos Lírios

Contemplava a própria vida
na sorte desses instantes
que tanto se assemelham a furtivos lírios
à chegada da noite
mas dizia: um coração é sempre um pássaro
evadido à censura da penumbra

nenhum sofrimento conseguia desfazer
as muitas exaltações que mantinha
e mesmo à beira do abismo
exibia uma facilidade talvez sem razão

quando a arte das chamas se tornou
nas cidades uma ciência ameaçada
percebemos que há muito nos falava
do interior das florestas.

{José Tolentino Mendonça}


José Tolentino Mendonça nasceu em 1965 na ilha da Madeira. É licenciado em teologia e doutorado em Ciências Bíblicas. É capelão da Universidade Católica de Lisboa, onde dá aulas de teologia bíblica.

“folhas tremiam
ao invisível peso mais forte”

Sobre a sua vocação religiosa já confessou que “foi uma coisa de juventude, inconseqüente, imprudente, inesperada, que eu procuro manter. Ser padre é um nomadismo interior constante. É aceitar a pobreza como condição. E a pobreza é uma coisa chata de viver. É achar que isso pode ser uma forma de dizer alguma coisa ao seu tempo”.

“o restolhar de prata da folhagem
previne do passo do anjo, na escuridão”

A intertextualidade desta poesia com os escritos sagrados, conquanto mais preocupada em afirmar as coisas de todos os dias, reveste-a de um tom sublime e belo onde uma pretensa fragilidade desvenda ao invés uma imensa sabedoria.

“Estamos sós com a noite
para salvar um coração”

A poesia de Tolentino aporta uma linguagem pura e cristalina onde o silêncio importa tanto quanto o escrito. Passa uma força nas palavras que sempre me encanta, uma poeta novo que ja lança seus versos na eternidade…

ótimo fim de semana pra você.

Fernando Pessoa – Poema do Dia: “Fragmentos 02″- Leia!!!
Florbela Espanca – Poema do Dia: “Mendiga” - Leia!!!

Perdemos repentinamente
a profundidade dos campos
os enigmas singulares
a claridade que juramos
conservar

mas levamos anos
a esquecer alguém
que apenas nos olhou

{“José Tolentino Mendonça”}


30 comentários

line
  1. Luma

    “… levamos anos a esquecer alguém que apenas nos olhou“ Dá pra ficar imaginando porque ele acha a vida celibatária tão nomade. Bom fim de semana! Beijus

    line
  2. Jackie

    É Bill… o q um simples olhar pode captar e ser passado através de um poeta hein…. lindo!!! Bjokas!

    line
  3. Kah

    Muito interessante esse poeta, só você mesmo prá nos brindar com ele.Um beijo lindo amigo, e desejos de que sua vida continue apaixonante!!!Ótimo fim de semana!!

    line
  4. Dani

    Cada sexta poética mais interessante que a outra… O trecho entre aspas é tudo… lindo!
    ÒOOOOOOtimo final de semana pra vc…
    Beijocas

    line
  5. Bela poesia. Este e outros poemas

    line
  6. “mas levamos anos a esquecer de alguém que apenas nos olhou”
    amei esse verso

    e todo o post é claro

    ótimo fim de semana!!!

    A vida é maluca! Nós nos apressamos em busca de intimidade e envolvimento pessoal, apenas para morrer de medo quando a possibilidade aparece…

    (Carl Whitaker)

    Bjinhus da -=Þëqµëñä Þö놡zä=- !!!

    line
  7. “Estamos sós com a noite
    para salvar um coração”

    E eu quero salvar a vida de quem mais amo…
    Obrigada por toda a energia, Bill.
    Tem sido complicado pra mim, não tenho comentado nada no *TM*, mas continuo pedindo orações.
    .
    Beijo

    line
  8. Olá Bill, adorei a seleção de poesias e poetas…Muito bom seu canto! Beijo grande!
    Larissa Marques.

    line
  9. Lindo e cultural, como sempre. Não o conhecia, mas agora fiquei na curiosidade… Bju no coração e um maravilhoso domingo pra tu, pekeno escritor. Xero

    line
  10. Becka

    Nossa Bill, muito legal isso que tah escrito entre aspas ai no final. E acho que José Tolentino tem toda a razão.
    postei o “eu” que vc tinha potado aqui lá no meu blog, se quiser, passa lah depois.
    E ah! as fotos da festa mexicana também! iahuaahuah

    =*

    line
  11. menina

    Palavra…

    A palavra circunda os olhos, viva ela pulsa, letras e frases escorrendo pelo sangue, uma idéia nascendo no vazio, ecoando pelo céu da boca, batendo nos dentes, pronta para vir ao mundo e se perder no vento…”

    bah, muito bom isso. e eu decidi que vou vir aqui só pra ler os textos que são teus. :P me fazem bem. e, não sei pq, pros outros eu não tenho paciÊncia. só as vezes. isso é ignorância né? hum.. mesmo assim.

    beeeijo

    line
  12. Jackie

    Olá Bill! Passando pra desejar ótimo domingo! Abraços!

    line
  13. A Menina dos Fósforos

    Pra variar mais um nome interessante e o poema ali embaixo perfeito.

    line
  14. cristina

    Só quem conhece o Padre Tolentino percebe o modo gratificante e apaixonado como ele vive e ama o que é e o que faz.
    Eu tenho o prazer de ser aluna dele e descobri que humanamente as pessoas valem imenso.

    line
  15. Aw, this was a very nice post. In concept I want to put in writing like this additionally – taking time and precise effort to make an excellent article… however what can I say… I procrastinate alot and not at all appear to get something done.

    line

Deixe uma resposta