rss Buscar

Sexta Poética 04

line


Resposta

“Eu vinha para a vida, e deram-me dias”
vivos com os seus lugares e espaço.

Ontem nasci sem fim, e alimentei-me
nesta mesa que em duas se reparte.
Uma aba no mar, vagante à toa,
trouxe os sabores de ondas, de orlas.
Outra aba na terra mostrou-me as pedras
polidas, úberes, gastas. Pedras
densas que me encheram o ventre
e me criaram similar à Terra.
No mar tive cristais quebrados, jóias;
na terra, tão nítida poeira branca
que fundi as formas das flores visíveis.

E hoje é este olhar profundo,
deriva das imagens pelo mundo.

{Fiama Hasse Pais Brandão}


Fiama Hasse Pais Brandão
15/08/ 1938 – 01/19/2007

Poetisa, dramaturga, ficcionista, ensaísta e tradutora. Fiama freqüentou a secção de filologia germânica da Faculdade de Letras de Lisboa, e o seu nome costuma ser associado ao grupo de poetas de Poesia 61, movimento no âmbito do qual publicou Morfismos.
Ao lado de Gastão Cruz, com quem foi casada, foi uma das responsáveis pela Antologia de Poesia Universitária (1964). Nos últimos quarenta anos, colaboração sua encontra-se dispersa por inúmeras revistas literárias.
Personalidade hierática da vida literária portuguesa, a sua poesia caracteriza-se por uma dimensão cosmogónica que evoluiu do hermetismo inicial para um fluente registro descritivo, tal como em Cantos do Canto (1995), coetânea há um tempo enumerativa e de recorte analítico. Traduzida em vários idiomas e representada na generalidade das antologias de poesia, Fiama recebeu nos últimos vinte anos os mais importantes prêmios literários portugueses.
Gastão Cruz diz que, “ao longo de mais de 30 anos, a poesia de Fiama Hasse Pais Brandão mais não fez do que aprofundar as relações entre a linguagem e o mundo, entre as palavras e a vida, entre as imagens linguísticas e as imagens reais”.
No ultimo dia 19/01/2007 perdemos essa mulher fantástica, mas o poeta nunca morre, apenas deixa de ser visto, sua obra perdura na eternidade com seus doces versos.
Descanse em paz doce poetisa, o céu esta mais iluminado com sua presença.
Ótimo fim de semana pra você.

Fernando Pessoa – Poema do Dia: “Severo Narro”- Leia!!!
Florbela Espanca – Poema do Dia: “Mentiras” - Leia!!!

Amor é olhar total, que nunca pode
ser cantado nos poemas ou na música,
porque é tão-só próprio e bastante,
em si mesmo absoluto táctil,
que me cega, como a chuva cai
na minha cara, de faces nuas,
oferecidas sempre apenas à água.
{“Fiama Hasse Pais Brandão”}


30 comentários

line
  1. O poeta não morreu…foi ao inferno e voltou…

    Um ótimo fim de semana Bill!

    line
  2. Nunca ouvi falar mas foi bom vc publicar para conhecermos.

    line
  3. Ai que lindo!!!

    O amor por si só é lindo adorei por d+ este trecho

    “Amor é olhar total, que nunca pode
    ser cantado nos poemas ou na música,
    porque é tão-só próprio e bastante,
    em si mesmo absoluto táctil,
    que me cega, como a chuva cai
    na minha cara, de faces nuas,
    oferecidas sempre apenas à água.”
    {“Fiama Hasse Pais Brandão”}

    Quero amar um dia novamente e poder sentir estas coisas… :)

    Bjossssssssss

    line
  4. Perfeito! A beleza do poema traduzida em palavras é a coisa mais linda que eu já vi, mas ela tem razão sobre colocar o amorem poema, ele é total, não cabe palavras. Um grande baraço do Mago!

    line
  5. DO

    Que lindo,Bill!!
    Que lindo!!
    Um otimo fds a vc
    Abração!

    line
  6. Mel

    Bill, lindas escolhas como sempre! Daniel Faria e Herberto Helder. Obrigada! Um bom fim de semana para vc!

    line
  7. “Regresso, depois da litania,
    à contemplação sem voz.
    A memória da música é
    amarga, quando estou só.
    Os quartetos de Beethoven
    arrancam-me uma parte
    do corpo em substância.
    Ferida, terei de ir ainda
    à cidade dia a dia.”

    lindíssimo final de semana pra ti!
    :*****

    line
  8. Kah

    Muito prazer,obrigado por nos apresentar,Bill.Não conhecia essa poetisa,por isso adoro vir aqui, sempre uma boa novidade,já tô indo no Google procurar mais dela.Um beijo e lindo domingo prá você lindo amigo!!

    line
  9. Adorei o ultimo!!!

    line
  10. Bom dia Bill…..

    Tenha um bom domingo….e otima semana…
    Bjs…

    line
  11. lindoooo texto adorei. bom domingo!

    line
  12. oi Bill!
    eu adoro chegar aqui nos dias de apresentação … sempre um presente maravilhoso vc nos deixa.
    Adorei aquele início: ” Eu vinha para a vida e deram-me dias” … tão fatalista, tão forte!
    um beijo de boa semana1
    ;-)

    line
  13. Sem palavras diante de um sentimento lindo como o amor.Boa semana pra voc~e meu querido amigo!

    line
  14. As pedras da terra eu atiro no mar, que as quebra em cristais. As ondas me devolvem em forma de espuma o que antes era dureza. Meu corpo sai deste banho repleto de vigor.

    Vou pesquisar mais sobre Fiama.

    line
  15. Supercalifragilisticexpialidocious

    Mais um nome,aff!Esse é novidade mesmo,lindo.

    Vindo aqui fico menos tapada,obrigada!

    Ps:Hummmmm sobrenome Brandão,é sua parente né kkkkk

    line

Deixe uma resposta